segunda-feira, 4 de abril de 2011

Uma Viagem no Tempo

Postado por | 23:42:00

Este post pode parecer absurdo, pois desta vez, não apenas lhes darei informação, mas sim, os farei interagir com o conteúdo usando suas mentes… Imaginação aqui é fundamental para entender a proposta. Não está entendendo nada, não é? Pois bem, vai a explicação.

Há algumas semanas atrás, fui até uma loja de games, para averiguar o que tinha de bom para meu velho amigo fiel: O Nintendo 64. Quando o vendedor me trouxe a caixa com os jogos, minha primeira visão foi uma caixa lacrada, que jamais havia sido aberta, literalmente “nova”. O estado de conservação era impressionante, e logo fiquei maravilhado com aquilo. O game era Duke Nukem Zero Hour (não sei se o jogo é muito bom, então por favor, se alguém souber me diga), e o preço não era lá muito salgado: R$ 60,00, mas como estou com uns problemas financeiros, pelo menos até hoje não consegui comprar.

Esse acontecimento me deixou muito pensativo, me fazendo imaginar o que se esconde dentro daquela caixa. Eu sou uma pessoa que gosta muito dessas coisas… Abrir caixas de consoles e games pela primeira vez, olhar cada papelzinho, cada manual, sentir o cheirinho de novo… Não tive muito esse tipo de experiência na minha vida (só mesmo o Wii do meu cunhado), e fazer isso com coisas pro meu N64 era bom demais para acontecer um dia… Mas vi que ainda é possível.

Chega de enrolação, o que quero de verdade aqui, é fazer você sentir um pouco do gostinho de como seria viver na época do Nintendo 64 e poder encontrar coisas pra ele em uma loja perto de você. É claro que muitos de vocês, mais velhos que eu (e olha que não sou tão jovem assim), já tiveram a oportunidade, ou simplesmente foram sortudos para isso, mas para quem não teve… aqui vai uma historinha para ajudar e alguns vídeos para ilustrar.

Imagine que você está em meados de 1997/1998, ou nos tempos atuais, como preferir; O importante é estar vivo e não ser mais um bebê que ainda chupa dedo. Vai a uma loja e compra seu primeiro console de 64 bits: O Nintendo 64. Chega à sua casa o abre. (Infelizmente, não achei nenhum vídeo da caixa do console lacrado, mas esse estava em boas condições então tá valendo).

Após isso você vê que não quer jogar sozinho, e compra um controller para se divertir com os amigos (desconsidere a caixa do correio).

Num fim de semana, você vai até a loja, para escolher um jogo.

Jogo escolhido, hora de abri-lo (de novo a caixa de correio).

E para terminar, além de tudo, você consegue um Pokémon Stadium 2 e uns cartuchos de gameboy, resolve comprar um Transfer Pak, e um Rumble Pak para ‘sentir o poder’ (“Nooossa caaara”).

  

Bom, nossa viagem no tempo acaba aqui, e essa abrição de coisas foi para mostrar um lado que poucos de nós viveu (a não ser que você já era um adolescente nos anos 90), para ter talvez, um primeiro contato diferente, mais especial. Isso foi para trazer um pouco a mais da magia do nosso N64, que é claro que jamais se esgota, e fazer você imaginar como eram as lojas, a mídia e os conceitos de game daquela época, assim como pensar na sua reação quando você chegasse na sua casa e dissesse: '”Agora eu tenho um NINTENDO SIXTY FOOOOOOOOOUUR (OH MY GOD)”.


Compartilhar este artigo
Google ( 5 )

Comentários ( 5 )

  1. Rodrigo Rodrigues" escreveu:
    5 de abril de 2011 15:55
     

    FANTASTICO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1111
    LOL

  2. Weire escreveu:
    5 de abril de 2011 17:20
     

    Infelizmente aqui onde moro (Fortaleza-CE) acho q só se encontra jogos de N64 no centro da cidade, e o centro é um local desagradável e muito perigoso, correndo risco de ser assaltado !

    Meu sonho é achar lojinhas como uma q encontrei uma vez (viajando à Juiz de Fora-MG), especializada e voltada à necessidade do público.

  3. Anônimo escreveu:
    5 de abril de 2011 18:26
     

    @Weire, no centro e em feiras! Tem gente que pensa que aqui no ceará só tem cecas, pessoas com as falas ceias de girias e talz. Coitado deles... daqui a um tempo, se nada for feito, vai tá pior que no rio de janeiro!

  4. Fábio escreveu:
    6 de abril de 2011 22:38
     

    Cara este Duke Nukem Zero Hour eu comprei por um preço simbolico de apenas 26 reias lacrado no Mercado Livre... depois comprei outro Duke Nukem Zero Hour do mesmo vendedor, estava no leilão e arrematei por 16 reias, nem acreditei que peguei por este preço, um eu abri e o outro tá guardado e totalmente lacrado... os jogos do meu game cube e xbox (1º modelo) a maioria eu comprei todos novos e lacrados, meu ultimo jogo lacrados foi mega man anniversary collection e mechassault do Xbox!!

  5. LLL escreveu:
    18 de abril de 2011 19:35
     

    Chorei de emoção ao ver os vídeos. Resgatei lá do fundo do canto do porão velho da minha memória: eu abrindo a caixa do meu N64... *long time ago*.
    Era 2002 já, mas pra mim ainda foi uma emoção meu primeiro videogame (8 anos). E isso porque meus pais QUASE me compraram um Play Station (ou um Geminy ¬¬). Se não fosse a minha insistência no N64 (mesmo sem eu saber porque, afinal, 8 anos, e eu era um noob completo), e a influência que ele teve em mim (e mais tarde a do meu amigo Sogeking), eu teria ido pro lado negro a força, e hoje só ia querer saber de gráficos ¬¬

    Ah! Eu fiquei PASME ao ver 4 prateleiras de jogos de N64, nas caixas, e em baixo jogos totalmente atuais! OMFG! RARIDADE 1000%!

Postar um comentário

© 2009-2016 N64 Brasil | Template: Yanku-template