sábado, 15 de maio de 2010

Por dentro do assunto #1 - Uma fita do avesso

Postado por | 16:59:00

Dae galera! Como su disse na chatbox, mais um milagre conteceu! Eu to postando!! XD


Esse post abre uma série aqui no Nintendo64Brasil, Por dentro do assunto, que o nosso staff pode continuar depois com assuntos desse tipo, por dentro das coisas literalmente.


Hoje vou mostrar a vocês a parte interna de uma fita de 64. Sim, eu desmontei uma minha. E funciona ainda. Antes do tutorial, o formato do parafuso estranho que eu falarei, que fica atrás da sua fita prendendo ela. Temos aqui o estranho (*), o philips (+) e o normal (-). É que no vídeo acaba ficando apagado a imagem dos desenhos aqui.




Ok, agora uma observação antes do vídeo: favor não repararem nos gritos de minha irmã, como "Manhê! Vamo logo!" e "Eu tava assistindo, tá!?". Obrigado.



Obs [2]: as partes em que a TV fica preta e depois volta são efeito de filmar uma TV. Fimagem não fica 100%, mas o jogo tava normal, eu via tudo certinho, só efeito negativo de filmar uma tela mesmo.


Ok? Gostaram? Mas lembrem-se: só tentem caso tenham a chave-de-fenda certa, ou como eu, não se importarem com a fita, caso ela estrague. Até a próxima!


Compartilhar este artigo
Google ( 14 )

Comentários ( 14 )

  1. Alan Borges escreveu:
    15 de maio de 2010 23:02
     

    para abrir o parafuso do cartucho (aquele em forma de uma estrela com 6 pontas), é preciso usar uma chave chamada de "Gamebit", dizem também que pode usar a Chave Reversed Torx de 3.8mm. MAS ATENÇÃO! A chave Torx deve ser o modelo Reversed!

  2. José H. Volpato escreveu:
    16 de maio de 2010 00:57
     

    Vão no fórum (sem merchant, digo links hoje galera) e eu ensino a fazerem uma chave infernosword's chave do poder que abre tais parafusos do cartucho do N64.

  3. LLL escreveu:
    16 de maio de 2010 16:19
     

    Opa! Vou lá Inf!

  4. Gabriel Ventura escreveu:
    17 de maio de 2010 10:24
     

    LLL, o componente que vc desconhece o nome, chama-se PROM (Programable Read-Only Memory), e é onde ficam armazenados os dados da Rom do Jogo.

    No caso do N64, os PROM's possuem entre 4MB (como Dr. Mario 64) e 64MB (como no caso do Resident Evil 2).

    Ótimo video para um primeiro post.//
    Espero ter sido útil nesse comentário.//

  5. LLL escreveu:
    17 de maio de 2010 13:23
     

    Vlw Gabriel. ^^
    Na verdade é meu segundo post, o primeiro foi uma tinha traduzida do VG Cats, sobre Zelda e a Melodia da Tempestade. Mas tem 2 posts BEM no começo do blog que eu fiz pro Universo 64, que ao fundir-se com o N64Br, vieram pra cá, mas com autoria do Alan/Alexandre.

    Enfim, não que eu ligue....
    Ah! Prometo que ainda esse ano eu faço o review do Etreme-G.... (já deu uns 7 meses de promessa.... to igual políticos... uahsuahsuhasha)

  6. Alan Borges escreveu:
    17 de maio de 2010 16:10
     

    lol

    ...mas não seria EEPROM?

  7. José H. Volpato escreveu:
    18 de maio de 2010 00:34
     

    Não, EEPROM você pode apagar através de um pequeno curto (como o que dá reset no seu PC) e entrar com novos dados. Já EPROM, ou PROM como foi citado, na teoria não pode ser apagada (somente com luz ultra-violeta altisima, blá, blá, blá) e é exatamente o que a Nintendo quer, ou seja, que o cartucho não tenha a propriedade de reprogramação. Tanto porque não é necessário e evita que o usuário interaja de maneira não autorizada com o hardware (o console).

  8. Gabriel Ventura escreveu:
    18 de maio de 2010 11:52
     

    LLL, eu estava me referindo à primeiro post-Video-produção própria de entretenimento.

    E só pra esclarecer definitivamente:
    Existem diversos tipos de chip-rom, vou tentar resumir aqui.

    PROM - Memória programável de somente leitura.

    EPROM - Memória Programável, que pode ser apagada bombardeando raios UV sobre uma "janela" de cristal presente no chip.

    EEPROM - Memória programavel, eletricamente alterável, pode ser apagada e reescrita com pulsos elétricos.

    Há também outras formas de armazenamento ROM, mas nenhuma é relevante para o N64.//

    Acho que fui mais claro dessa vez.//

  9. LLL escreveu:
    18 de maio de 2010 17:39
     

    Ah, ok Gabriel.

    E sim, foi bem claro dessa vez. Agora saquei tudo. Mas ainda não sei mexer "nisso" hehehe
    Um dia....

  10. Willi JRCW escreveu:
    20 de maio de 2010 10:20
     

    Muito legal, Lukas! Gostei mesmo! E obrigado por fazer propaganda do meu blog! =D
    Só uma coisa: Quem era aquele cara de camisa azul?

  11. LLL escreveu:
    20 de maio de 2010 19:20
     

    Falei disso na chatbox aqui, era meu pai.

  12. mateus xdx escreveu:
    6 de janeiro de 2011 12:02
     

    ai me lenbro de um mico que pagei gando o cara me deu banjo tooie e erra didi kong rance

  13. Anônimo escreveu:
    14 de junho de 2011 02:44
     

    Realmente bem legal o video mais só para constar é possivel abrir os cartuchos ou até memo o console com um tubo de caneta velha é so dar uma esquentadinha na caneta e colocar no parafuso dai vai ficar no formato do parafuso ou tao bem pegar uma chave de fenda e lixar o meio dela deixando duas pontinhas assim sendo possivel afrochar os parafusos.

  14. dark of escreveu:
    27 de maio de 2012 21:55
     

    Lega lkkk

Postar um comentário

© 2009-2016 N64 Brasil | Template: Yanku-template