quinta-feira, 5 de junho de 2014

Aula de Imagem - Como Melhorar a Imagem do seu N64

Posted by | junho 05, 2014


Se você é maníaco por qualidade de imagem como eu, pode parar sua busca por uma solução de como deixar a imagem do seu videogame melhor. Essas dicas servem pra todos os consoles antigos, mas focaremos no Nintendo 64. 
Já liguei meu N64 em todos os tipos de TVs e com todos os tipos de cabos possíveis, então tenho "experiência" (se posso dizer assim) de como o console se comporta nos mais variados ambientes. Recentemente encontrei a PERFEIÇÃO, na verdade só a confirmei, pois sabia como ficaria, só não tinha testemunhado. Pois bem, não vamos direto a essa perfeição, pois pode não ser uma possibilidade pra você no momento, aliás, pode ser que pra obter uma imagem melhor você precise fazer algum investimento, então está avisado. Antes faremos uma análise de todas as possibilidades, pra cobrir todas as pessoas. Continue lendo e descubra como ter a imagem perfeita.

ESCOLHENDO A TV

Bom, basicamente existem dois tipos de TVs, as velhas TVs de tubo e as novas HDTVs de alta definição (não diga). Vamos a uma explicação rápida:
HDTVs são feitas para exibir imagens em alta resolução, de 720p pra frente e em progressive scan (dimensões 16:9). Deve ser usado, preferencialmente, um cabo HDMI com o aparelho configurado nas configurações no mínimo igual às citadas para se obter uma imagem aceitável. Cabos componente (RGB) e VGA também podem dar uma boa qualidade nessas TVs, desde que sigam as configurações mínimas. HDTVs geralmente suportam todo tipo de entrada desde o convencional vídeo composto (RCA amarelo), vídeo componente (RCAs verde, azul e vermelho), HDMI, VGA, S-Video e por aí vai. O Nintendo 64 tem uma resolução de 256x224 em média, chegando a 640x480 em jogos compatíveis com Expansion Pak e alta resolução, passando longe dos 1280×720 do 720p, o que resulta naquela imagem embaçada, trêmula  e extremamente mal definida quando conectado a uma HDTV, independente do cabo que você usar.

Já as TVs de tubo (que são contemporâneas ao N64) são feitas para reproduzir resolução padrão e tem um desempenho muito bom com baixa definição. 99% dos modelos tem apenas as entradas RF (antena) e vídeo composto (não confundir com componente), mas é possível encontrar modelos com as outras entradas, inclusive HDMI, nas antigas e não famosas HDTVs de tubo, mas essas são raras.
Pra enfatizar, HDTVs são feitas para alta resolução e o N64 está muito longe disso. Alguns cabos podem ajudar a dar um pouco mais de clareza e definição à imagem, mas não resolvem o problema, pois eles apenas enviam um sinal melhor para a televisão, não aumentam a resolução do Nintendo 64 ou qualquer outro vídeogame. As TVs de tubo são perfeitas para jogar seu velho console pois não necessitam de uma resolução enorme para mostrar qualidade. Claro que quando a resolução aumenta, a qualidade também aumenta na TV de tubo. Um exemplo é ligar um GameCube ou PS2 que tem uma resolução maior na TV, você verá uma considerável melhora na imagem, por causa da resolução maior nativa dos consoles de 6ª geração em relação à 5ª.

Melhor opção: TV DE TUBO
Se você quiser uma boa imagem com o seu N64 deve começar com uma TV de tubo. Se não for possível, pode melhorar a imagem na sua HDTV e agora direi como...


TIPOS DE CABOS
Vou explicar todos os tipos de cabos possíveis de se ligar um Nintendo 64 à sua TV, assim você poderá escolher a melhor opção.
Vamos por ordem de pior à melhor qualidade.

RF (Antena): Seu pai jogava o Atari e o Nintendinho dele com esse cabo. O Nintendo 64, diferentemente do Super NES, adotou apenas a multi-saída que dá suporte a diferentes cabos, deixando de lado a saída direta de sinal RF. Para utilizar esse tipo de sinal no Nintendo 64 é preciso usar o RF adapter, que é ligado na multisaída, o que possibilita o uso de um cabo RF (padrão Super Nintendo). Esse tipo de ligação é recomendada (na verdade obrigatória) se você tem uma TV muito antiga e que tenha somente esse tipo de saída. Se você tiver um bom cabo para ligar, a imagem fica similar (ou até melhor) que a do vídeo composto.

Conectando o N64 ao video cassete (ou TV) com o RF adapter(modulator) e RF switch

VÍDEO COMPOSTO: Esse é o tipo padrão do Nintendo 64 e o mais comum de encontrar, o qual já vem um cabo junto com o console. Provavelmente é o que você usa atualmente. A saída do cabo tem 3 pinos: um de vídeo e dois para audio (o amarelo (vídeo), branco (audio esquerdo) e o vermelho (audio direito)). O nome é vídeo composto pois o cabo envia o sinal de vídeo apenas para um pino (o amarelo). Isso quer dizer que o brilho e as cores estão misturadas na mesma saída, o que resulta naquele efeito de estouro de cores e no embaçamento da imagem.
Apesar desses defeitos, é um tipo de cabo que mantém uma bela imagem se utilizado em uma TV de tubo, fazendo dele uma opção barata e de boa qualidade (o que explica a adoção desse cabo na época pela Nintendo). Usando em uma HDTV o resultado é catastrófico.

Exemplo de estouro de cores (Goldeneye 007)

S-VIDEO (Video Separado ou Super-Vídeo): Esse é o rei dos cabos para o Nintendo 64, a melhor opção para nós brasileiros. Como o próprio nome sugere, o cabo envia o vídeo separado em dois sinais, um de brilho [Luma] (preto, branco e cinza) e outro de cores [Chroma]. O resultado é uma imagem nítida, com cores bem definidas e que é possível ver cada pixel na tela (principalmente quando utilizado no Super Nintendo). Quando utilizado em uma HDTV esse cabo dá uma nitidez muito maior, justamente o que se precisava para uma "boa" qualidade, podendo-se dizer que há uma melhora MUITO grande, se comparado ao vídeo composto.

Apesar da grande melhora proporcionada por esse cabo, seu N64 não terá "alta definição" na HDTV. Como dito anteriormente, os cabos apenas mandam um sinal de melhor qualidade, mas não aumentam a resolução do console.
Mais cedo eu disse que havia chegado à perfeição de imagem, pois é, isso se deu na combinação do S-Video com uma TV de tubo (um achado, pois são raros os modelos com s-video). A melhora é notável, com todos os elogios feitos acima e mais. Também tive resultados excelentes (perfeitos) com o GameCube, PlayStation 2 e Super Nintendo com o mesmo cabo. Se dúvida a melhor opção para esses consoles.

Nos vídeos abaixo podemos entender um pouco melhor a diferença entre o vídeo composto e o S-Video (veja em 480p pra visualizar melhor):

Esse primeiro vídeo mostra uma comparação direta entre os dois cabos.



Esse segundo vídeo foi gravado apenas com vídeo composto (AV), veja o estouro de cores.



Esse terceiro vídeo foi gravado apenas com S-Video, veja as cores "fixas" e a nitidez maior.



VIDEO COMPONENTE (RGB) [menção honrosa]: O RGB fica como menção honrosa pois apenas um modelo de Nintendo 64 é compatível com ele... O europeu (PAL). Se quiser pode modificar os consoles americano ou japonês para usar o RGB (não entraremos em detalhes aqui). Assim como o S-Video, o RGB manda os sinais de vídeo separadamente, mas em 3. Por isso é preciso 5 pinos: 3 para imagem (verde, vermelho e azul) e 2 para o audio estéreo (branco e vermelho). Componente é o um dos melhores tipos de cabos de vídeo analógico, pois ainda suporta o progressive scan (widescreen), basta o aparelho/console enviar esse tipo de sinal, como é o caso do GameCube. A separação da imagem por 3 dá uma imagem muito mais definida, até mesmo que a do S-Video. Pena que não é possível usar esse tipo de cabo em modelos de N64 americano e japonês (que são a grande maioria por aqui).

Melhor opção: S-VIDEO

ENTÃO, O QUE FAZER?
A receita está pronta, juntando uma TV de tubo com um cabo s-video temos uma imagem impressionante, e o mais difícil nesse caso é encontrar uma TV de tubo com o bendito do S-Video, pois o cabo não é tão caro, e vale a pena pegá-lo, desde que você tenha uma TV que o suporte. Mesmo uma HDTV apresentará uma melhora muito grande com o S-Video, então se vc tem uma (que é o caso de muita gente), pegue um cabo S-Video e viva um pouco mais feliz.


Compartilhar este artigo
Google ( 3 )

Comentários ( 3 )

  1. Xlr_alex escreveu:
    25 de julho de 2014 18:52
     

    Oi, pessoal do N64! Tudo bem?

    Recentemente estava procurando um controle de 64 para PC (para reviver melhor os momentos, apesar de ainda ter o video game), encontrei o adaptador USB (que já tem na matéria), porém achei que ainda não compensava, até que encontrei o Retrolink, esse fabricante/marca fez vários controles de outros consoles, como nes e snes, e tem a versão de N64, achei mais legal, fiz várias pesquisas, encontrei algumas reclamações e outros elogios, algumas análises pobres por ai, e só vi duas decente brasileiras ( https://www.youtube.com/watch?v=PmYSysjJ8ww e https://www.youtube.com/watch?v=d4kQ1hAgxgQ ), eu até comprei o meu por conta em risco no ebay (chegada prevista entre agosto e setembro - link do controle no ebay: http://www.ebay.com/itm/Retrolink-Classic-Nintendo-64-N64-USB-Controller-for-PC-MAC-Computer-BLACK-NEW-/371000728537?) e acredito que faltou a análise do blog nessa questão.

    Até,
    Alexandre P. (minha coleção já apareceu no blog aliás hehe)

  2. Yves escreveu:
    5 de novembro de 2016 20:53
     

    Engraçado. Eu comprei aquele acessório Avi2HDMI pra usar na minha TV. O N64 não melhora, fica mais escuro na imagem padrão e pior, estica pra 16:9 sem opção de colocar o padrão 4:3.

    Mas no SNES ficou demais! A melhora é interessante e dá pra jogar sem incômodo, o que não acontece no N64.

    É uma pena, minha TV não tem S-Vídeo.

  3. Marcos Toni escreveu:
    2 de maio de 2017 02:36
     

    Adorei! É como no DVD, tem todas as saídas de áudio e vídeo disponíveis e citadas por você, só resta o console da Nintendo ter essas saídas. Pelo jeito, o modelo americano tem o S-Vídeo. Mas por que diabos justo o europeu, e não o americano, não tem a melhor saída?

Postar um comentário

© 2009-2016 N64 Brasil | Template: Yanku-template