segunda-feira, 12 de março de 2012

Review: Killer Instinct Gold (Por Ana Elize)

Posted by | março 12, 2012

C-c-c-c-c combo breaker!

1. Um pouco sobre mim

Olá pessoal, meu nome é Ana, sou dona do blog Nostalgics que trata sobre diversas coisas que marcaram época, como o próprio nome diz, nostálgicas. Estou aqui dando a minha contribuição para o blog N64 Brasil, no qual meu caro amigo Alan escreve, alias agradeço ele pela oportunidade. Sou gamer desde os 3 anos de idade e reconheço a importância que o Nintendo 64 teve para o mundo dos games, espero que vocês gostem do que escrevi. Confiram! ;)


2. Apresentação geral e história

Killer Instinct Gold é o nome dado para a versão de Nintendo 64 que seria basicamente Killer Instinct 2 no caso lançado para Arcade. Quem é fã e jogou Killer Instinct para Super Nintendo sabe que a história se resume a Ultratech, uma corporação que praticamente domina o mundo com a venda de armas, além disso existe um torneio de lutas denominado Killer Instinct que promete ao vencedor o que desejam.

Killer Instinct Gold se passa depois da morte de Eyedol, sendo que Jago dessa vez pede auxílio ao seu ‘espírito-guia’ denominado Tiger Spirit e acaba descobrindo que ele nada mais é que Gargos, o tal lorde da guerra citado no primeiro KI. Também acontece várias coisas como Combo e Orchid serem levados para outro tempo, Sabrewulf passa por diversos experimentos fazendo com que ele perca o seu lado humano, além da ressurreição de Spinal fazendo com que o seu povo seja subordinado a Gargos.


3. Novos Personagens

3.1. Gargos: lorde que estava selado, é uma espécie de demônio.
3.2. Kim: ela cuida do seu povo, sendo nomeada guardiã dele, descende do povo que baniu Eyedol e Gargos.
3.3. Tusk: marido da amazona Maya, juntamente com ela decide combater Gargos.
3.4. Maya: mulher de Tusk e rainha de uma tribo de Amazonas, com o retorno de Gargos é expulsa de sua tribo, sendo que como condição para o seu retorno ela deve vencê-lo.


4. Jogabilidade

Assim como o game anterior, KI Gold não faz feio na questão de jogabilidade, sendo permitido fazer diferentes tipos de combos sendo que os famosos ‘Combo breaker’ e ‘Ultra combo’ estão presentes no mesmo. Importante destacar o modo ‘Team Battle’, exclusivo do KI Gold no qual é possível 11 jogadores, ‘Team Elimination Battle’ no qual o jogador deve executar movimentos fatais, além dos modos ‘Training’ e ‘Advanced Training’.

5. Diferenças de KI 2 (versão Arcade) e KI Gold

Há diferenças no que diz respeito a cenas, finais, devido a capacidade de hardware do cartucho do Nintendo 64, fazendo com que vários quadros fossem removidos. Porém para compensar tais perdas, para todas as telas do jogo ocorreu a renderização (processo pelo qual pode-se obter o produto final de um processamento digital qualquer) em 3D.

6. Nota e minha opinião

A nota que eu dou é 9,5 para KI Gold, só não é 10 porque realmente acho o primeiro melhor. É bacana você ver a evolução de um game. KI é um jogo único e acredito que conquistou muitos fãs por se tratar de algo bem diferente de jogos como Mortal Kombat. Algo que sempre foi superior foi a trilha sonora utilizada, muito bem feita. E estamos torcendo que um dia saia a continuação desse maravilhoso clássico. Para quem ainda não jogou, eu recomendo que baixe um emulador e jogue já, serão horas e horas de diversão tentando dar um C-c-c-c-c combo breaker.


Compartilhar este artigo
Google ( 19 )

Comentários ( 19 )

  1. Alan Borges escreveu:
    12 de março de 2012 08:08
     

    Olá Ana, tudo bem?

    Muito obrigado e parabéns pela ótima review. Killer Instinct Gold é realmente muito bom" (Com o Gargos eu apelo, hehehe)... Embora como vc disse, o primeiro é superior e tal.

    Mas pena que não teve mais continuações, KI é um dos jogos que infelizmente pararam no tempo, especialmente no Nintendo 64...

  2. Ana escreveu:
    12 de março de 2012 09:55
     

    Falaaa Alan, eu que agradeço a oportunidade de escrever para o N64 Brasil! KI é um dos melhores jogos dos últimos tempos, embora falem ainda que não terá continuações eu não perco as esperanças! \o/

  3. Adão Palmeira escreveu:
    12 de março de 2012 10:53
     

    Muito bom Ana,

    Joguei o K.I. 2 várias horas por dia durante minha infância,o Gold nunca joguei,mas deu vontade depois de ler as informações acima ^^

  4. Ana escreveu:
    12 de março de 2012 11:04
     

    Que bom Adão! Fico feliz por ter gostado da review! Estou a procura de uma rom decente, se achar te passo! Vale a pena jogar novamente! \o/
    Obrigado pelos comentários Alan e Adão! Beijos =*

  5. Baldo | RufflesBR escreveu:
    12 de março de 2012 11:41
     

    Ótima Review Ana!

    Esse game marcou muito. Os Ultra combos e combo breakers eram demais!

    Gostava de jogar mais com o Jago, mas sempre perdia pro "Shoryuken Maldito" do Tusk.

    Passei muita raiva, heheh.

  6. Ana escreveu:
    12 de março de 2012 11:44
     

    Obrigado pelo comentário Baldo! Realmente marcou muito, o combo breaker e ultra combo viraram um mito! XD
    Beijos =*

  7. Victor Ribeiro escreveu:
    12 de março de 2012 23:26
     

    Ae!

    Não cheguei a conhecer o KSG (sou da geração Mega Drive e Sega CD), mas se for igual ou melhor que o KS do Snes então o jogo é bom! Joguei algumas vezes somente, mas achei da hora. Ah, e o melhor cara que tinha no KS do super nintendo era Spinal

    XD

  8. Ana escreveu:
    12 de março de 2012 23:29
     

    Nem se compara ao primeiro, mas tem o espírito! \o/ Obrigado pelo comentário Victor! Beijos =*

  9. Rubens escreveu:
    14 de março de 2012 18:48
     

    Já tive a oportunidade de jogar os dois KIs, no (Emulador de) Arcade e nos SNES e N64. Qualker versão garante horas de pura violência (em todos os sentidos da palavra). Amo KI... Sinto falta do meu :/ Se arrependimento matasse...

  10. Shao Kanh escreveu:
    15 de março de 2012 22:37
     

    È parece que o killer instinct não foi páreo para o Mortal Kombat que já está 9 versão

  11. Shao Kanh escreveu:
    16 de março de 2012 15:15
     

    www.youtube.com/watch?v=VQs_Zk_F0uY

    Isso que é jogo de verdade!!!!

  12. Jhun escreveu:
    19 de março de 2012 15:53
     

    Excelente post Ana. Essa época era repleta de grandes games de luta e Killer Instinct Gold era um deles. Sabe, vendo o que aconteceu com as grandes séries de luta que eu gostava, fico até satisfeito de que KI não tenha vindo para a nova geração.

    Continue sempre assim minha querida. Um grande beijo!!!

  13. Ana escreveu:
    20 de março de 2012 13:49
     

    É verdade Jhun, tendo em vista algumas porcarias que estão sendo lançadas hoje em dia, pensando por esse lado que KI fique em nossas memórias como um dos melhores jogos de luta do Snes e do Nintendo 64!
    Obrigado pelo apoio e pelo comentário Jhun! \o/
    Beijos =*

  14. Anônimo escreveu:
    20 de março de 2012 19:55
     

    Concertesa se existisse um atual seria para o Xbox pelo visto que a Rare rompeu com a nintendo

  15. Anônimo escreveu:
    21 de março de 2012 13:55
     

    Há alguns anos atrás haviam boatos que diziam que a Rare estava desenvolvendo um novo Killer Instinct chamado Killer Instinct 360,mas não foi lançado.Pena que a Rare foi comprada pela Microsoft,se não ocorresse isso,a Rare poderia ter feito Killer Instinct para Wii!

  16. Anônimo escreveu:
    21 de março de 2012 16:59
     

    Ana, gostei de você falar de Killer Instinct Gold, com certeza o melhor jogo de luta que o Nintendo 64 teve! Não que o N64 tenha tido muitos, claro, mas não deixa de ser um jogaço.

    Só uma correção: Tusk e Maya não são marido e mulher, ela é rainha das Amazonas, como você disse, e ele é um bárbaro gladiador da Europa. O que acontece em relação aos dois é que no Arcade, cada personagem tinha finais diferentes dependendo dos oponentes poupados ou não, e tanto com o Tusk como com a Maya, eles PODERIAM casar no final.

    Infelizmente muita coisa foi cortada em KI Gold, como os finais múltiplos, as cenas em CG, etc. Mas teve suas compensações, como os vários modos de jogo (Team Battle, Training, etc.), e a Orchid até tem um "fatality" secreto em KI Gold que ela não tinha no KI2 (use o ataque em que ela vira uma pantera de fogo quando seu oponente já estiver sem energia, e ele vai pegar fogo).

  17. Anônimo escreveu:
    21 de março de 2012 17:02
     

    E Shao Kanh, lamento dizer que Killer Instinct não teve outras sequências por problemas de direitos autorais: a Rare foi vendida pra Microsoft, mas não estava claro se ela poderia continuar com Killer Instinct sem ter conflito com a Nintendo.

    Apesar do Mortal Kombat 9 ser um ótimo jogo mesmo, vamos combinar que entre o 4 e o 8 (com os heróis da DC) a série tava bem ruim, então Mortal Kombat estar na nona versão e Killer Instinct ter parado na segunda não significa que MK seja melhor.

  18. Anônimo escreveu:
    21 de março de 2012 17:36
     

    Eu só queria entender uma coisa, quem inventou essa finalização de porradas o killer ou Mortsl kombat, sendo que ele se chama brutality. Agora legal mesmo foi esse ultra bem dado do Fulgore
    http://www.youtube.com/watch?v=X9P4JpXYgrE

  19. Instinto assassino escreveu:
    21 de março de 2012 17:50
     

    http://www.youtube.com/watch?v=AHGleLiNovs

Postar um comentário

© 2009-2016 N64 Brasil | Template: Yanku-template