segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Transfer Pak em Ação

Posted by | janeiro 13, 2014


Acho que todos os leitores aqui (ou quase isso) conhecem o Transfer Pak, mais um acessório para o controller do Nintendo 64, que dá ao jogador a possibilidade de transferir conteúdo de um cartucho de Gameboy / Gameboy Color para um de N64 e vice-versa. Se estiver boiando no assunto clique aqui.

Mas de todos os acessórios o TP deve ser o menos visado para um fã do console (exceto para os grandes amantes de Pokémon), devido ao número de pré-requisitos para fazer tudo funcionar. É preciso ter um N64, o próprio Transfer Pak e jogos compatíveis (a pior parte) tanto de N64 quanto de GB. O problema é que são poucos jogos compatíveis e as funções não são tão atrativas assim. O que vale mesmo a compra é a relação entre Pokémon Stadium com Red/Blue/Yellow e Pokémon Stadium 2 com Gold/Silver/Crystal.

O que acontece é que Pokémon Stadium 1 e 2 agem como uma expansão da aventura em Kanto e Johto. Também funcionam como gerenciador (muito eficiente por sinal) de Pokémon (Boxes e Party) e itens e  visualizar seu Pokédex em 3D. Realmente dá um brilho a mais na aventura. Outras grandes funções são poder jogar seu Pokémon de Gameboy na televisão, utilizando o N64, e batalhar com seus pokémon da sua aventura do Gameboy em 3D no Nintendo 64.

Gravei esse vídeo para mostrar melhor o que estou falando...

 

Poderiam ter usado o acessório como o Super Gameboy para o SNES, se oferecessem um cartucho de software para o Nintendo 64 para podermos jogar qualquer jogo de GB no console, pois nesse caso para jogar  é necessário ter Pokémon Stadium, e nenhum outro jogo é compatível a não ser os RPGs de primeira e segunda gerações. Seria um grande uso para o acessório.

Como já havia finalizado Pokémon Yellow, não usufruí 100% das funcionalidades do Transfer Pak. Mas com Gold/Silver/Crystal pretendo ter em conjunto uma cópia de Stadium 2 para poder jogar mais confortavelmente em casa e também desbloquear conteúdo especial e gerenciar meus monstrinhos numa tela bem mais amigável.

Deixe sua pergunta e opinião aí nos comentários.

Até a próxima.


Compartilhar este artigo
Google ( 7 )

Comentários ( 7 )

  1. Codemastershock escreveu:
    14 de janeiro de 2014 10:38
     

    Outra coisa chata é que é um acessório pesado e que facilmente dá mau-contato, qualquer sacudida pode travar o console e ainda não é bem travado na porta de controller, parecendo que o Transfer vai se soltar do controller a qualquer momento. Como tenho três controllers de N64 e pra evitar esses problemas, conecto o Transfer num controller conectado à porta 4.

    Uma dúvida que muita gente tem e que é importante esclarecer é que o jogo pelo mesno é compatível com jogos de Pokémon piratas (consegui um piratinha por 10 reais), mas há um adendo: se o jogo pirata não tiver bateria e memória RAM de salvamento, ou se a bateria estiver falhando, o jogo não irá funcionar (mesmo se for original).

  2. Rubens escreveu:
    14 de janeiro de 2014 12:48
     

    Codemaster, o meu eu comprei lacrado, novinho, parecendo q tinha acabado de sair da loja. Então não senti nenhum problema, o meu NUNCA falhou (exceto qdo coloco o cartucho de GB errado, daí tem q arrumar). Mecho ele e tal, balanço o controller e nada. Esse da fita pirata não sabia. Bom q eu fico mais tranquilo se precisar comprar um crystal paralelo, pq é caro pra caralho o original... xD

  3. Codemaster Shock escreveu:
    14 de janeiro de 2014 13:29
     

    Então você teve essa vantagem em comprar lacrado. O problema dos usados é que limpar o Transfer é trabalhoso demais e ainda ele não tem uma porta pra ter o mínimo de proteção contra poeira. Melhorou quando eu limpei o slot com um pano macio enrolado num cartão de crédito, mas ainda é bastante desconfortável usá-lo no meu controller principal, então mantenho o truque de usar na porta 4 mesmo.

  4. Rubens escreveu:
    14 de janeiro de 2014 16:41
     

    Eu sei, uma vez fui comprar numa loja e até levei meu N64 e jogos pra testar. Tinha 2, nenhum funcionou, de jeito nenhum. Achei q poderia ser mal do acessório mesmo, mas qdo comprei meu "novo" desencanei. Achei muito bom.

  5. Rock' n Rock escreveu:
    17 de janeiro de 2014 02:09
     

    Muito bom cara! Eu sempre tive curiosidade para saber como funcionava o TP e você tirou todas as minhas dúvidas! Está de parabéns!!!

  6. Anônimo escreveu:
    30 de janeiro de 2014 04:08
     

    Muito boa a matéria!!Eu possuo os cartuchos Pokemon Stadium 1 e 2 de Nintendo64 e os jogos de GB Pokemon Red,Blue,Gold e Silver.Paguei uma fortuna,pois são originais.Li uma matéria em algum lugar que não me recordo bem,que o TP não rodava de jeito nenhum jogo pirata,foi por esse motivo que eu comprei meus jogos todos originais...graças a Deus nunca deram nenhum tipo de problema,só o acessório que dá pau na hora de ler o cartucho se guardado muito tempo,pois pega poeira e outras coisas no conector que atrapalham no funcionamento..aí é só limpar que funfa beleza

  7. Washington Joseph escreveu:
    19 de julho de 2016 07:58
     

    o TP nao aceita jogos piratas?

© 2009-2016 N64 Brasil | Template: Yanku-template