sábado, 18 de setembro de 2010

A Evolução no 64 # 2 - A chegada da terceira dimensão

Posted by | setembro 18, 2010

Galerinha... Ué? Eu tô aqui de novo? Geralmente minha frequencia de post nesse blog é a cada 2 meses... Bem, deixa pra lá!

Gente, o que nós vamos ver nesse "A Evolução no 64" é uma coisa linda demais! É de fazer qualquer grande fã de vídeo-games chorar de emoção! A entrada dos efeitos 3D!

Antes de começar, acho melhor explicar um pouco sobre o 3D. Você deve estar pensando: "Mas Alex, eu tenho certeza que já vi gráficos 3D no SNES, Mega Drive, e outros. Ele não começou na geração do 64." Calma lá eu explico.

Vou pegar um game do SNES como exemplo... O Super Mario RPG, que de acordo com muitos é um grande exemplo de gráficos tridimensionais no SNES. Veja a foto abaixo. Ou melhor, veja a foto e jogue o game depois. Ou veja um vídeo dele no Youtube, tanto faz.

Ta aí. Vocês devem estar pensando que isso aí é um bom exemplo de 3D na era SNES. Mas eu vou mostrar porque não é.

Primeiro, vou fazer uma pergunta pra vocês: Qual o estilo de jogo que dominava a era 16 bits? Se você pudesse falar comigo agora, você provavelmente diria: Plataforma 2D. E essa resposta está correta.

Esse game aí em cima possui apenas os gráficos desenhados em terceira dimensão, além de guiarmos o personagem em várias direções, e não apenas pra esquerda e direita. Podemos chamar isso aí de Pseudo 3d. Sabe porque? Já chego lá.

Vou fazer outra pergunta pra vocês: Por acaso você sabe me dizer o que são as 3 dimensões, ou 3D? A resposta é: Altura, Largura Profundidade. Acho que isso você já sabia.

Bem, acontece que os jogos em 2D possuem apenas altura e largura. Profundidade não. Será que eu estou confundindo você? Bem, logo tudo vai fazer sentido.

Primeiro, gostaria de dar outro exemplo: Vou pegar o jogo "Jim Power - The Lost Dimension In 3D" para Super Nintendo, e mostrar porque ele não pode ser considerado totalmente 3D. Como vocês sabem, a terceira dimensão consiste de profundidade. Observe a imagem abaixo e veja se você vê profundidade. Acho que sua resposta será "Sim":

Vamos fazer que nem os caçadores de fantasmas: Analizar bem a foto.

Veja bem: O personagem está em primeiro plano. Atrás dele há uma árvore, e mais ao fundo temos um vasto cenário. Isso nos dá a sensação de profundidade.

Então o jogo é em 3D?

Não, olha só o que eu fiz com essa imagem aí em cima:

É isso mesmo,  amigos: Apaguei a "profundidade do jogo". Como podem ver, ela "não funciona", ou melhor, não faz falta no game.

Esse efeito 3D serve apenas para dar um efeito a mais no visual do game, deixá-lo mais bonito. Esse é o Pseudo 3D.

Agora, vou parar de encher linguiça no post, e mostrar logo o que é o 3D que nasceu no N64, ou melhor, na geração depois do SNES/MEGA.

O 3D passou a ter uma grande utilização: Ele nos permitiu explorar aquela profundidade, que anteriormente só podíamos observar. Vou dar o exemplo do Super Mario 64, veja:

Agora, quero que façam algumas observações:

Observe o castelo no fundo da imagem. Ele está na profundidade. Seria mais uma imagem normal, como as que eu mostrei ali em cima se não fosse um detalhe: A prática.

Quem já jogou Super Mario 64 sabe que a partir daquela imagem é possível andar no game, e chegar até aquele castelo. Ele vai se aproximando de você, até que você pode entrar nele. Você também pode, por exemplo, chegar até aquela cachoeira ao lado esquerdo.

Amigos, essa é a terceira dimensão: Ela faz com que objetos do game se aproximem do personagem. Sendo assim, a profundidade (A terceira dimensão) faz parte do game.

Lembra da imagem do Jim Power? Eu apaguei a "profundidade" e isso não atrapalhou o jogo. Em Super Mario 64 é impossível fazer isso, pois ela faz parte da mecânica do game.

Uma observação: É por isso que filmes como "Avatar" são considerados pioneiros no efeito 3D: Eles fazem com que pareça que o filme possui uma profundidade em relação a quem o assiste.

Bem, espero que tenham entendido o que eu quis dizer. E, a partir de hoje, espero que você veja com outros olhos certos detalhes na evolução dos games que talvez interpretamos tão mal.

Boa noite.


Compartilhar este artigo
Google ( 9 )

Comentários ( 9 )

  1. Alan Borges escreveu:
    19 de setembro de 2010 09:57
     

    Dae alexandre, ótimo post!

    O que vc acha de falar sobre os jogos sucessores do N64?

    Exemplos: F-Zero GX, Mario Sunshine, Zelda Wind Waker, Wave Raace Blue Storm... Jogos de GC e Wii que deram sequência aos jogos de 64.

  2. Joka escreveu:
    19 de setembro de 2010 11:40
     

    ótimo post mas totalmente fail. Teve jogos do 32x e o Star fox que eram em 3d muito antes do lançamento do 64.

  3. Alexandre escreveu:
    19 de setembro de 2010 12:20
     

    Joka

    No post eu disse que o 3D nasceu na geração seguinte a era 16 bits.

    O 32X, como o próprio nome sugere, pertence a geração 32 bits.

    Quanto ao Star Fox, ele foi um dos poucos jogos do SNES que usou o chip Super FX.

    Esse chip fazia o efeito 3D rodar no SNES, mas a um FPS muito baixo. Além disso, os Slowdowns eram frequentes no game. Algo tinha que ser sacrificado.

  4. Alan Borges escreveu:
    19 de setembro de 2010 13:25
     

    #JOKA FAIL

  5. eEUcomISSO [Tassio Bruno] escreveu:
    19 de setembro de 2010 13:55
     

    boa alexandre, e sim, otimo post.
    realmente os coments do joka tem um poko de razão, mas é isso mesmo.

    por acaso eu me lembrei de super mario 2 yoshi island, onde tem algumas partes e tbm no fim, q parece muiiito com uso d profundidade.

    mas enfim

    64 rules, boa ale.
    long life to blog, fuizz!

  6. Joka escreveu:
    19 de setembro de 2010 15:18
     

    Então tem alguma coisa errada. Sim star fox é em 3d, embora extremamente fraco, É 3d em 16 bits. Então n se pode afirmar que o 3d não nasceu no SNES pq isso aconteceu. O correto é afirmar que o 3D realmente bom foi criado na geração 32 bits.

  7. Eu mesmo [LLL] escreveu:
    20 de setembro de 2010 13:42
     

    Bem, não saquei porque o Super Mario RPG é só Pseudo 3D.... jogos de plataforma eu entendo, até Super Smash Bros. poderia ser em 2D sem problemas.... mas nesse caso não. Concordo com o Joka que o 3D nasceu na era SNES, apesar de ainda MUITO fraco e primitivo, mas tava lá.

    De qualquer forma, eu também só considero um verdadeiro 3D quando além da profundidade você pode interagir com os elementos dela, como em Super Mario 64, chutando a parede e assim vai. Ou por exemplo em Paper Mario, onde o cenário é 3D com personagens e elementos principais em 2D, mas você interage com toda essa profundidade (que também pode ser o comprimento).

    Fui-me.

  8. Suicune escreveu:
    20 de setembro de 2010 20:07
     

    Pois é, mesmo sendo um 3D fraco, não dah pra negar q Star Fox era um jogo 3D...

    Quanto ao 32X, ele é apenas um acessório do Mega Drive, sendo totalmente inútil sozinho. Sendo assim, apesar do nome, o 32X pertence a 4ª Geração de games (dos 16 Bits).

    Mas voltando ao assunto. É inegável q o N64 revolucionou a jogabilidade 3D, coisa q seus concorrentes (Sega Saturn e PSX) q jah estavam no mercado a muito tempo não conseguiram.

  9. Haendel escreveu:
    1 de dezembro de 2011 13:10
     

    Crash Bandicoot , Crash Bandicoot 2, Crash Bandicoot 3 e Crash Bandicoot 4 são em pseudo 3d

Postar um comentário

© 2009-2016 N64 Brasil | Template: Yanku-template